Planos de Saúde

Os planos de saúde no Brasil atendem a quase 49 milhões de beneficiários, com base em dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar apresentado em setembro de 2012 e levantamento feito pelo IESS (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar., onde são apresentados resultados que representam um crescimento de 2,9%, em relação ao mesmo período no ano de 2011.

Os beneficiários de planos de saúde no Brasil, devem ficar atentos as lista de consultas, exames e tratamentos, que é denominada de Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que os planos de saúde são obrigados a oferecer, conforme definição da ANS, de acordo com cada tipo de plano de saúde, seja ambulatorial, hospitalar com ou sem obstetrícia, referência ou odontológico. Os planos de saúde que devem estar adequados a este Rol de procedimentos são aqueles contratados a partir de 02 de janeiro do ano de 1999, que são os chamados planos novos.

Dessa forma, ao contratar um plano de saúde no Brasil, é importante atentar ao fato de que nem todos os planos de saúde do Brasil dão direito à internação hospitalar. Pois, planos de saúde que dão direito à internação hospitalar são os de tipo hospitalar com obstetrícia, hospitalar sem obstetrícia ou plano referência. Outro fator importante a atentar nos planos de saúde do Brasil é em quais hospitais, laboratórios e médicos a que dão direito os planos de saúde.

Além disso, existem outros pontos a serem observados ao contratar um plano de saúde no Brasil, devido ao fato de que é possível acontecer de o plano de saúde não oferecer a cobertura de próteses que é o dispositivo que substitui total ou parcialmente um membro, órgão ou tecido, ou também não cobrir os custos com órtese, que se trata do dispositivo permanente ou transitório, utilizado para auxiliar as funções de um membro, órgão ou tecido, evitando deformidades. Assim como é importante prestar atenção também aos prazos de carências máximos permitidos por lei nos planos de saúde no Brasil, que é o período, previsto em contrato, entre a assinatura do contrato e a efetiva possibilidade de uso dos serviços pelo segurado. Nesse intervalo, o consumidor paga as mensalidades, mas não tem direito de usufruir de todos os benefícios contratados junto ao plano de saúde. Dessa forma percebemos que a importância de se observar todos os detalhes antes de contratar seu plano de saúde no Brasil.